Bagel

Fiz uma fornada de Bagel esses dias e postei a foto no instagram, como muita gente curtiu segue aqui a receita.



O Bagel é um pão de origem judaica e uma das características dele é uma massa com uma consistência mais elástica (um pouquinho massudo por dentro) e o formato em forma de rosquinha.
Ele tem uma pegadinha, como todos os pães ele precisa de muito glúten para ter elasticidade na massa. A maior parte dos pães você consegue se virar com uma farinha normal, mas o bagel é mais complicado, sem a farinha especial ele perde sua principal característica. A farinha correta para o bagel é a farinha forte (ou 00 ou especial para pães). Não é muito fácil de achar. Uma alternativa (que é a que eu uso) é de colocar mais glúten na farinha normal, glúten também não é lá muito fácil de achar, então a última alternativa é uma misturinha chamada “Pão Certo” que é um envelope que se acha fácil em qualquer supermercado. Essa misturinha não é o ideal e o resultado não fica tão legal, mas é uma alternativa. No geral vale dar uma busca na internet e tentar comprar farinha forte (que você pode usar para outros pães) ou glúten, o que for mais barato.
Essa receita é para dois bagels bem servidos
Ingredientes
85 ml de água
155g de farinha de trigo forte ou 145g de farinha normal + 10g de glúten (misture os dois antes de usar) ou 150g de farinha normal + meio envelope de “Pão Certo)
1 colher de chá de sal
1 colher de sopa de mel
1 colher de sopa de óleo
1 colher de chá de fermento instantâneo seco (o específico para pães e não o fermento químico de bolos, aquele que vem em um envelope não o cubinho que fica na geladeira)
Dissolva o fermento na água com o mel. Acrescente a farinha e óleo e vá misturando aos poucos até virar uma massa que você consiga sovar. Sove bem em uma superfície plana por uns 5 minutos, sempre “rasgando” a massa e fechando sobre ela mesma. Por último acrescente o sal e sove mais 5 minutos.
Depois faça uma bolinha e deixe a massa descansar por 1 hora.
Dobre a massa sobre ela mesma 4 vezes e faça novamente uma bolinha e deixe descansar por mais uma hora.
Achate delicadamente a massa e corte em dois pedaços iguais. Faça duas bolinhas e deixe descansar mais meia hora.
Role as bolinhas em uma tábua de forma alongá-las como uma salsicha. Você deve deixá-las em um comprimento que de para fazer uma rosquinha deixado um espaço de 2 dedos no furo. E junte as pontas com um pouco de pressão.
Deixe as rosquinhas descansarem por mais uma hora.
Faltando 20 minutos ferva 2 litros de água com 2 colheres de sopa de açúcar. Aproveite para ligar o forno em 220ºC. Assim que a água ferver coloque os bagels na panela e deixe por 1 minuto e depois vire eles de lado e deixe por mais um minuto.
Você pode deixar um prato com gergelim, ou queijo parmesão ou sementes de papoula e assim que tirar os bagels da panela coloque-os nesse prato e depois transfira para uma assadeira antiaderente (ou uma untada e enfarinhada).
Coloque no forno e depois de 5 minutos reduza o fogo para 180ºC e deixe por 20 minutos (após 15 minutos fique de olho, se já estiver dourado o suficiente pode tirar)
Pronto, eles ficam ótimos com cream cheese ou patê de salmão. Uma ideia para experimentar com textura diferente é, mesmo estando quentinhos, vale cortar ao meio e tostar um pouco as metades antes passar o recheio.