Bob Ross, o pintor das arvorezinhas felizes

Compre material de arte aqui https://amzn.to/319Uws6 Compre livros aqui https://amzn.to/2DdjmNk Bob Ross é um pintor que virou um ícone da TV dos EUA nos anos 80. Não vou dizer que acho maravilhosas as pinturas do Bob Ross. Ele fazia basicamente paisagens simples, pinturas decorativas que hoje tendem a ser consideradas  bregas. Mesmo assim, o trabalho dele impressionava pela agilidade e pela composição. Ele é um herdeiro da técnica do impressionismo e do expressionismo, mas ele parece usar a técnica em si sem o objetivo de um resultado que seja uma “grande obra de arte para ficar para a história”. Ross tem uma história bem peculiar, ele perdeu parte de um dedo quando era mais novo na oficina do pai que era carpinteiro. Depois foi para a força aérea e lá começou a pintar para relaxar do estresse. Ele viu pela TV as aulas do pintor William Alexander e depois de fazer um curso com ele, decidiu deixar a aeronáutica para seguir a carreira de pintor e professor de pintura. Duas curiosidades sobre esse momento da vida dele é que como gritavam muito com no aeronáutica ele saiu de lá decidido a nunca levantar a voz na vida. No começo da carreira, ele ganhava muito pouco então decidiu deixar o cabelo no estilo “black power” (mesmo sendo um branco)  para não ter que gastar com os cortes. Depois de um tempo ele passou a detestar aquela cabeleira enorme, mas não podia mais cortá-la porque já tinha virado sua marca registrada. A virada na vida dele ocorreu quando conheceu Annette Kowalski. Annette estava em um processo de depressão profunda por causa da morte do filho e o marido dela a inscreveu em um curso do pintor William Alexander, mas, quando ela chegou lá, o pintor tinha se aposentado e Ross tinha assumido as aulas. Ela se encantou com o jeito dele de ensinar e com a sua voz suave e hipinótica e se tornou agente dele, vendendo os cursos que ele dava até ele iniciar o programa Joy of Painting no canal PBS que durou de 1982 a 1994 e teve mais de 400 episódios. No programa, Ross fazia uma demonstração de pintura usando pincéis baratos (ele usava pincéis de pintura de parede mesmo) e uma paleta bem reduzida (em número de cores não em tamanho =p, ele variava um pouco de acordo com o tema, mas usava basicamente usava basicamente Sap Green, Phthalo Green, Alizarin Crimson,  Bright Red, Van Dyke Brown, Dark Sienna, Midnight Black, Prussian Blue, Phthalo Blue,  Cadmium Yellow, Yellow Ochre, Indian Yellow e Titanium White). A proposta dele era mostrar o quando era divertido e agradável pintar e incentivar as pessoas a pintarem como ele. Ele pintava a óleo, só paisagens e usava uma técnica que lhe foi ensinada por Alexander que era a wet-on-wet (úmido sobre úmido) que era uma espécie de derivação da técnica de pintores como Caravaggio, Monet e Sargent. Basicamente ele preparava a tela com um primer branco e começava a pintar antes dessa base secar, trabalhava com a tinta mais diluída no começo e ia acrescentando camadas de tinta antes das camadas de baixo secarem. É claro que ele não criava a pintura de cabeça na hora da filmagem. Ross era um cara extremamente meticuloso e, para cada episódio, ele fazia três pinturas iguais. Uma não aparecia em cena, mas que era a referência dele, a que ele fazia no programa e uma terceira mais detalhada que ele usava nos seus livros. Ross não vendia suas pinturas, mas doou várias para leilões beneficentes. Além disso, a agente dele diz que ele passava horas ensaiando mentalmente o que iria dizer durante a pintura. E, além da pintura em si, o que o deixou famoso foi sua voz inconfundível e suas expressões como “a tela é seu mundo e você tem liberdade aqui”, “vamos pintar arvorezinhas felizes”, “não existem erros só acidentes felizes”. Uma curiosidade é que pesquisas da época indicavam 90% da audiência dele era de pessoas que não pintavam, assistiam só por gostar do estilo dele. Ele expandiu seu negócio e passou a ganhar dinheiro vendendo sua linha de materiais de pintura, seus livros e cursos que certificavam professores no seu método de pintura. Ele morreu muito jovem (54 anos) por causa de um câncer, mas a agente dele mantém a empresa aberta até hoje e todos os vídeos dele estão disponíveis no youtube. Bob Ross pode não ser um pintor memorável, mas ele foi um professor incrível e um grande divulgador da pintura não só como profissão, mas a pintura pelo gosto de pintar. Abaixo algumas pinturas dele, tem o canal dele aqui e também meu vídeo sobre ele. Veja aqui a versão que fizeram do Deadpool imitando Ross