Butcher´s Crossing

Apareceu na minha mão esse livro dessa editora carioca estreante, a Rádio Londres. É engraçado falar isso de “apareceu”, mas quem é leitor voraz vai entender bem, porque com o tempo você forma uma rede de amigos que são leitores como você e os livros começam a circular.

Enfim, de cara já simpatizei com o livro por ser um faroeste e aqui é importante fazer uma distinção para não iludir o possível leitor, ser um faroeste quer dizer que a história se passa no cenário da conquista do Oeste dos Estados Unidos (1870) e não que é um bang bang. O bang bang também está no cenário do velho oeste, mas é focado em grandes duelos, oficiais da lei, caçadores de recompensa, índios e muita ação a cavalo. Já Butcher´s mostra pessoas trabalhando para viver nessas terras promissoras mas distantes da civilização.

A história é centrada em Will Andrews, um jovem que larga a faculdade, abandona a vida urbana de classe média de Boston e segue em direção ao oeste. No vilarejo de Butcher´s Crossing ele conhece um caçador de búfalos e patrocina uma arriscada viagem um território montanhoso e isolado onde esse caçador garante que há uma enorme manada pronta para virar um fortuna em peles.

Se fosse rotular o livro eu diria que ele é um cruzamento de On The Road e Na Natureza Selvagem na versão faroeste.

Dá para fazer vários paralelos com a obra do Kerouac. Um jovem bem educado que larga sua vida para busca algo que ele não sabe exatamente o que é em uma vida mais simples, livre, rudimentar. Tudo bem que livro não tem aquela pegada narrativa da primeira pessoa, cheia de filosofia e grandes constatações, nesse ponto ele se torna menor do que On The Road, mas o ritmo narrativo tranquilo está lá presente.

Não vou tentar convencer aqui que é um livro imperdível, mas certamente é um livro que tem seus grandes momentos, principalmente nos pontos críticos de sobrevivência do homem contra a natureza. É preciso ter também um certo estômago, afinal é um livro sobre caçada de búfalos e pensar que a humanidade já agiu de forma tão predatória e com tanto desperdício e brutalidade não é exatamente fácil.

A narrativa com foco na descrição flui bem e volta e meia agarra o leitor gerando um breve desespero de saber o que vai acontecer. Não é o grande livro da sua vida, mas é uma excelente leitura.

Compre o livro na Amazon, Saraiva ou Cultura

butchers

 


anuncioamazon