Carole Crema e o que esperamos de um bolo

Antes de mais nada, há uma versão em vídeo dessa resenha aqui https://youtu.be/2hdYwp8rGvc, com o retrato abaixo sendo pintado.




A loja da Carole Crema, anteriormente conhecida como La Vie en Douce e agora com o nome da própria confeiteira, é, sem dúvida, não só minha confeitaria preferida mas é o meu parâmetro de um bom bolo.

Você chega lá sempre tem 4 bolos (um deles é o Brigadeiro pralinè que é uma coisa espetacular) todos lindos, brilhantes, úmidos, com fatias perfeitas, é uma coisa de outro mundo.

Tem também uma grande variedade de docinhos, bombons e etc, mas os bolos… são uma coisa espetacular que eu considero praticamente obrigatório.

Pra mim, se alguém quer abrir uma confeitaria, o primeiro passo é ir na Carole e comer um bolo e entender que aquele é o parâmetro.

É possível comprar bolos inteiros, fazer encomendas, montar festas, mas, sinceramente, eu não tenho o $$ necessário para levar um bolo inteiro para uma festa.

Veja, eu não estou dizendo que é caro e sim que eu não tenho a capacidade financeira para tanto.

Por outro lado, o bolo em fatia, que tem lá sua função como showroom é, na minha opinião muito barato, tanto que qualquer outro lugar que eu vou que cobram o mesmo valor ou até mais do que esse valor eu espero algo no mínimo espetacular e, até hoje, sempre me decepcionei.

Meu pedido de toda semana é uma fatia de brigadeiro pralinè e um disco, um bombom gigante uns 7~8 cm de diâmetro (mais ou menos o tamanho de um alfajor) feito de uma crosta de chocolate e com algumas opções de recheio.

Graças a loja da Carole eu mudei bem o meu padrão do que é um bolo bom e ela passou a ser minha referência.

Um bom bolo tem que ser:

1º Saboroso

2º Bonito (pela amor de deus, não vendam bolos tortos, qualquer um faz um bolo torto em casa)

3º Continuar bonito (ou seja, fatiar bem para que seja bonito do primeiro ao último pedaço)

4º Ser úmido por dentro (salvo o caso daqueles bolos simples feitos para comer com café)

5º Que usar bons ingredientes não dá o direito de cobrar caro se a técnica envolvida não atender os quesitos anteriores

6º Ser honesto no preço (se o seu bolo não é perfeito, não queira cobrar mais do que $10 por um pedaço porque será frustante, o preço não é só o seu custo ele gera expectativa, se seu custo é alto, é preciso atender expectativas altas)

Conta: Fatia de bolo $13,5o, disco R$ 16,00 (março/2017)

Vale? Muito, muito mesmo, como disse, considero algo quase obrigatório para quem tem qualquer interesse por bolo.

A Carole Crema fica no jardins, na alameda tietê 510. Mais informações e loja virtual aqui  www.carolecrema.com.br