Comedoria Gonzales

Já comi os cheviches do Checho Gonzales em várias ocasiões, principalmente antes dele se fixar no mercado municipal de pinheiros quando ele organizava feiras gastronômicas. Sempre gostei dos ceviches dele e eu gosto do Mercado Municipal de Pinheiros, não tem tanta variedade quanto o “Mercadão”, mas é bem tranquilo e de fácil acesso.



Então voltei para matar minhas saudades dos cheviches, dei sorte de pegar atum como peixe do dia ($22), eu adoro atum, mas confesso que me decepcionei um pouco com resultado. No lugar do leite de tigre que normalmente compõe a marinada do ceviche, veio um caldo extremamente carregado de limão que deu uma desequilibrada na acidez do conjunto. Não é ruim, mas nem de longe lembra os bons ceviches que eu já comi feitos pela equipe dele.

Acompanhei o jantar com uma costelinha assada acompanhada de mandioca e um sour cream ($24). Apesar de muito bem assada, a costela merecia algum tempero a mais para brilhar.

De sobremesa ele tem o Três Leches, que na versão dele é uma espécie de pudim de pão mergulhado no leite. Parece muito bom lendo a descrição (já comi um excelente, com uma configuração um pouco diferente no Riconcito Peruano), mas já experimentei a receita do Checho para esse doce e a versão dele não me agrada.

Fora isso o ambiente da casa é bem informal, é um quiosque no primeiro andar do mercado, com cadeiras no balcão e algumas mesas altas. Não gosto muito de sentar nessas cadeiras altas, sempre tenho dificuldade para me equilibrar e penso constantemente que vou cair, mas… elas combinam com a informalidade do lugar, então é um problema mais meu do que dele.

No fim, apesar de não ser ruim, a Comedoria Gonzales me deu saudades do Riconcito e do próprio Checho quando era chefe itinerante.

Conta: R$ 50 (maio/2017)

Vale? O chef já teve épocas mais inspiradas, mas o preço não é abusivo, o lugar é simpático, podia ser melhor, mas ok, vale se você aproveitar a viagem para fazer compras no mercado.

Mais informações https://www.facebook.com/comedoriagonzales