Hospedaria

Em um dos infinitos galpões que sobraram da era industrial da Mooca, bem em frente da clássica padaria/rotisserie/restaurante DiCunto, surgiu mais um restaurante que atende todos os quesitos obrigatórios da nova onda da gastronomia hipster/artesanal/pseudo-despretensiosa.



Eu sei que isso parece uma crítica, mas é porque esse formato já se consolidou como clichê, o que não quer dizer que é ruim, muito pelo contrário e um clichê que funciona e, quando a comida é boa, o lugar fica bom.

O salão da Hospedaria é imenso, bem amplo, muito agradável, o atendimento é exemplar e o cardápio, curto como deve ser um bom cardápio, traz clássicos da comida italiana feitos com uma série de processos complexos e artesanais bem ali.

Nessa última vez que fui, experimentei a torta de frango ($38,00) que é simplesmente maravilhosa, uma das melhores que já comi na vida. Sério, a gente pediu para dividir como entrada, mas dá para ir e comer isso e sair feliz.

De principal comemos uma massa a bolonhesa ($47) e uma milanesa com salada de batata ($44).

Tudo é muito saboroso, muito no ponto e bem farto, para fazer jus à proposta de comida de imigrante italiano.

É claro que esse sabor todo tem um preço. Todos os preparos tem uma grande quantidade de gordura (provavelmente apurada da carne de porco que entra em quase todos pratos em um ponto o outo). Não é uma coisa que incomode ou que mesmo que seja perceptível na hora, muito pelo contrário, toda essa gordura faz bem sua função de dar muito sabor. Mas é preciso deixar o alerta, quem tem o estômago mais sensível, é bem provável que sofra um pouco depois da refeição.

A única coisa meio sem graça na casa são as sobremesas, o pavê é bem ok, bem bobinho, mas, pelo preço ($24) é um tanto decepcionante. A gelatina colorida ($18), aquela igual que a maioria das mães faziam também não é grande coisa.

Tem muitos restaurantes assim, que têm uma boa comida, mas, quando chegam na sobremesa, carregam no preço e ficam devendo na entrega. Ainda espero um dia chegar em um restaurante honesto o suficiente para não ter sobremesa se não for a especialidade do chef.

Conta: $ 206,80 p/ 2 pessoas (setembro/17)

Vale: bom, não é lá um preço muito barato, se você abrir mão das sobremesas (que são inclusive bem fracas) e das bebidas a conta fica quase honesta. Mas, ainda assim, vale, lembrando que é uma comida pesada, então as pessoas com estômagos mais frágeis, com gastrite e tudo mais deveriam evitar.

Mais informações: http://www.restaurantehospedaria.com.br