Jiquitaia

Tem alguns restaurantes que aos poucos se mostram verdadeiras estrelas em ascensão fazendo comida brasileira, muito bem feita, sem frescura e com preços honestos.



Jiquitaia é um bom exemplo disso.

Próximo da Av. Paulista e da Augusta, com um cardápio pé no chão, repleto de ingredientes e sabores dos interiores do Brasil, o Jiquitaia vem construindo sua fama e se mantendo em destaque.

O seu almoço executivo (seg-sex) está entre os melhores custos benefícios da cidade.

Com cardápio variável e algumas estrelas recorrentes a casa lota assim que abre as portas.

Pegamos uma mesa no salão apertadíssimo e, por consequência bem barulhento quando fica cheio. Pedimos de entrada um purê de mandioquinha com ragu de cupim delicioso para aquecer o frio do dia e para o prato principal fomos com picadinho.

Aparentemente eles têm uma falha grave e recorrente no atendimento no que se refere ao picadinho em particular. Tudo é servido bem rápido, mas, o picadinho chega a mesa e o garçom pergunta se você quer o feijão, só então ele vai buscar e demora mais com o feijão do que para trazer o picadinho em si. Reparei que na mesa do lado, uma cliente mais experiente já disse para o garçom quando fez o pedido: “e já traz o feijão junto para a comida não esfriar enquanto espero”. Isso é um detalhe, mas se é tão recorrente ao ponto dos clientes já saberem que é um problema, a casa tem que rever esse ponto.

Fora isso o picadinho é excelente, o tal feijão é um espetáculo a parte, aparentemente com coentro na receita, que fecha perfeitamente o conjunto do prato abrindo todos os sabores na boca.

O executivo ainda dá direito a uma sobremesa, fui com o mousse de chocolate branco com calda de maracujá, que era ótimo, e a esposa pediu o pediu o brigadeiro com farofa de castanhas que era simplesmente sensacional.

Você pode dizer que essa comida brasileira como o picadinho é algo que tem em qualquer casa ou qualquer boteco e você estará certo. E isso é o que torna esse tipo de restaurante mais importante ainda. Casas como o Jiquitaia que se dedicam a cozinha nacional bem feita oferecem a oportunidade para que os clientes percebam o contraste e entendam o que é uma comida bem feita, bem temperada.

É justamente quando se come algo trivial, que já comeu centenas de vezes e se surpreende, que você começa a entender o que é o o trabalho de um restaurante de verdade e passa a valorizar mais esses lugares que se dedicam e que têm muito carinho pela comida que servem.

Conta: $121 (dois executivos sem bebidas) (julho/17)

Vale? Tá, um almoço completo que custa $60,50 é um tanto caro para os padrões brasileiros e não dá para ir sempre, mas a qualidade é muito boa, então vale gastar um pouco mais de vez em quando para almoçar pratos feitos de forma tão única.

Mais informações no site deles http://www.jiquitaia.com.br