Ícone do site Diletante Profissional

Kibô Sushi

O Kibô apareceu em uma lista de melhores rodízios da Veja então fui conhecer.



É um restaurante grande no Itaim que parece lotar com bastante frequência.

Não sei se o problema foi a minha expectativa pelo destaque em uma lista rodízios ou o que, mas o fato é que o Kibô segue a risca o roteiro do rodízio mediano paulistano.

Algumas entradas, um prato de sushis com os trivial trio atum/salmão/peixe branco e nada, nada mesmo de memorável, bom, o serviço meio lento, meio atrapalhado foi a única lembrança que eu retive do restaurante.

Nem sei o que falar desse lugar, não é ruim, com certeza, mas não tem nada de muito bom, falta vida, tempero ou qualquer motivo que faça a gente querer voltar no restaurante.

A proposta da casa é ser simples, algo que eu aprovo muito, mas o simples tem que ser muito bem feito, tem que ter um tempero bom ou não sustenta.

Conta: $145,20 (rodízio para duas pessoas no almoço durante a semana, jantar e fins de semana costumam ser mais caros) (out/17)

Vale: Sinceramente, se você morar na mesma quadra do restaurante e quer comer algo que lembre uma comida japonesa, vale, porque não é ruim, mas certamente não tem sentido vir de nenhum lugar da cidade para ir ali, quase todo bairro tem um restaurante no nível do Kibô.

Mais informações http://kibosushi.com.br

Sair da versão mobile