Ícone do site Diletante Profissional

Let´s duet

Atualização (08/2016): Em 2014 assisti esse espetáculo, logo na estreia, adorei o show e fiz essa resenha que foi muito acessada por uma comunidade gaúcha fanática por Tangos e Tragédias. Essa mesma comunidade inundou as redes sociais dos artistas do Let´s Duet com ofensas, ameaças e alegação de que eles tinham plagiado T&T e trabalharam para destruir tanto a publicidade do show quanto o psicológico dos artistas.

Infelizmente essas pessoas que obviamente nem tinham assistido o show, que estavam falando baseado em ignorância pura, o comentário em cima do comentário sem nenhum nível real de conhecimento acabou diminuindo um espetáculo excelente.

 


Assisti ontem no TucaArena o espetáculo Let´s Duet.

Fiquei sabendo do espetáculo pelo canal dos Barbixas no Youtube que publicaram o vídeo que está no final do post e fiquei interessado porque eu era grande fã do extinto Tangos e Tragédias (dupla cômico musical que se encerrou com a morte de Nico Nicolaiewsky, leia mais sobre aqui)

Antes de mais nada, vale falar um pouco sobre a semelhança clara entre os dois espetáculos. Ambos são feitos por uma dupla cômica de músicos clássicos que releem alguns sucessos populares inusitados e apresentam de composições próprias. Além disso, o próprio figurino remete ao Tangos. Em um momento, quando eles tocam acordeom e violino (os mesmo instrumentos do Tangos), eu quase achei que ouviria novamente a Aquarela da Sbornia.

Dito isso, vale deixar claro que, independente das semelhanças e inspirações que existem, Let´s Duet tem uma trama é um propósito único, inteligente e divertido.

Na história Daniel Tauszig e Leonardo Padovani são os únicos discípulos do falecido Maestro Dobromier Malitchewsky e fazem o show como uma homenagem ao grande maestro (presente em uma urna no centro do palco e com suas cinzas espalhadas em pequenos frasquinhos entregues para a plateia).

O espetáculo é alinhavado por uma narração muito divertida e a participação de um mordomo que organiza os objetos de palco (interpretado por Gustavo Miranda Ángel que também dirige a peça).

Mais do que uma grande ideia, Let´s Duet cativa pelo trabalho físico cômico (um belo trabalho de clown) de Daniel e Leonardo, pela habilidade musical deles de tocar e se movimentar no palco e a surpreendente sincronia da performance dos dois.

Me diverti muito vendo Let´s Duet e recomendo tanto para os fãs com saudades de Tangos e Tragédias quanto para quem nunca teve a oportunidade de conhecer essa dupla icônica da comédia musical brasileira.

 

Sair da versão mobile