Ícone do site Diletante Profissional

Market Garden – resenha da HQ do Bruno Seelig

Eu não conhecia o trabalho do Bruno Seelig.
Tinha visto uma ou outra ilustração dele, mas a primeira HQ que eu li foi Market Garden publicada no final de 2017 pela Mino.



E olha, o autor me surpreendeu bastante.

Ele segue aquela linha de desenho que tem consolidado nessa geração mais nova, um traço mais grosso, bem marcado nos contornos, mas, ao mesmo tempo, limpo, sem a carga de hachuras que é substituída por uma marcação simplificada de sombras.

É um resultado bonito quando feito por alguém que sabe desenhar, que tem noção da estrutura por baixo daquela opção de estilização.

Um dos charmes da HQ é ser toda impressa em tons de azul, uma opção que mesmo não sendo inédita é bem legal de se ver.

Além da estilização dos personagens que já mostra muito da habilidade do artista para construir “tipos” que darão o tom da sua história, a narrativa visual do Seelig é bem dinâmica, com ângulos ousados e bastante movimentação.

Eu tenho uma questão sobre a história que é: eu não sei se faz muito tempo que eu não sou jovem e talvez hoje a vida do brasileiro médio se pareça de fato com aquela que a gente vê nos filmes adolescentes americanos ou se é um vício de muitos artistas nacionais moldar suas narrativas para algo mais próximo de um teenage dream.

Mesmo tendo vários elementos bem nacionais e universais, como a tensão pelo vestibular, a questão da pressão dos pais, por algum motivo me passou uma sensação de uma história de subúrbio americano.

Veja, não que isso seja um problema, é mais uma questão de percepção minha.

De qualquer forma, a HQ tem duas histórias sobre um grupo de amigos em momentos diferentes da adolescência, ambas as histórias são bem bacanas, bem carregadas de energia e emoção.

Market Garden é aquele tipo de HQ, bem feita, divertida, interessante e fácil de pegar o leitor pela empatia.

Não deixe de comprar!

Compre na amazon http://amzn.to/2CE8LYH

ou na Livraria Cultura http://compre.vc/v2/87e7e0d78

Sair da versão mobile