Nespresso vs Dolce Gusto – Qual comprar?

Ajude o canal enviando um pix para contato@diletanteprofissional.com.br Compre livros aqui https://amzn.to/2DdjmNk Compre material de arte aqui https://amzn.to/319Uws6 Inscreva-se para receber a newsletter do canal direto no seu email https://www.getrevue.co/profile/oliboni
Eu lembro de um tempo que o kit de fodue era meio um dos bons presentes de casamento depois dos essenciais (geladeira/fogão). Era o ápice da coisa que ninguém nunca comprava, só ganhava. Depois disso, no decorrer dos anos 2000 o presente que subiu para o topo das listas de casamento foi a Nespresso. Mas a Nespresso era cara, as capsulas eram caras e, óbvio, a empresa não conseguiu segurar a patente das cápsulas e com a concorrência pronta para invadir esse nicho com produtos populares, a Nestlè criou sua própria linha popular, a Dolce Gusto. Passado um bom tempo de existência de ambos os produtos qual o melhor? Em termos de preço, já não dá para dizer que há tanta diferença, a MiniMe da DolceGusto custa R$399 enquanto a Essenza Mini da Nespresso custa R$ 395 (os preços são dos sites das marcas em outubro/17). Sim, há opções bem mais caras, que acrescentam algumas funções, muda o design, mas em ambas as linhas, da mais barata à mais cara, a estrutura interna da máquina (que é o que realmente importa) e a pressão é a mesma. Assim, mesmo a Dolce Gusto mais cara ainda é uma máquina inferior a Nespresso mais barata em termos de maquinário. Sinceramente, por mais que eu acredite que há valor na beleza do design, se for para recomendar eu sugiro comprar a mais barata mesmo, a não ser que dinheiro não seja problema na sua vida. Uma exceção para essa questão do preço é se você gosta de leite no café, daí você pode querer desembolsar os R$1.199 de uma das Nespresso mais caras para poder ter a espuma de leite aplicada direto na xícara. Agora, quando se pensa no preço, não dá para pensar só na máquina, porque você ficará escravo da capsulas para toda a vida, então tem a questão do preço da capsula. Hoje, pelo site dos fabricantes, o preço médio de uma capsula Dolce Gusto é R$1,39 (a caixa com 16 capsulas é $22,20), dá pra comprar mais barato em promoções e combos, mas a média é essa. Já da Nespresso as capsulas saem a $1,90 as de linha normal e $2,70 as especiais, também é possível comprar um pouco mais barato em combos. Assim, no mês, uma pessoa que toma um café por dia, gasta em média $42 em dolce gusto e $57 em Nespresso. Esse é um valor a se considerar, principalmente se tem mais de uma pessoa na casa e se toma-se mais do que um café. O preço da máquina, no fim, é quase irrelevante diante do custo de comprar capsulas. Agora vamos as peculiaridades de cada máquina. A Nespresso é totalmente focada no café. Tem uma carta bem diversificada de tipos de café e torras com intensidades para todos os gostos. Eles compram lotes no mundo todo, possuem um sistema de torra e encapsulamento padronizado sempre com um foco em oferecer um café espresso bom. Eles possuem 24 cafés de fixos e sempre estão lançando lotes sazonais novos para maior diversidade. Além do café, a Nespresso tenta vender um “conceito”. Quando você compra a máquina ganha um cartão que lhe dá o direito de tomar cafés de graça nas lojas da Nespresso (mas esse é um direito que só é útil mesmo se você mora perto das pouquíssimas lojas). Além do café eles dão diversos cursos gratuitos para os clientes na loja conceito deles. Já fui em alguns, são curiosos. A Dolce Gusto já tenta pegar o cliente pela variedade de bebidas e não pela qualidade em si. Eles aproveitaram que já tinham várias marcas solúveis como nescafé e nescau investiram nessa linha. O que não falta são cápsulas que misturam leite com café solúvel e há até capsulas de chá (o Nestea) para fazer com a máquina. Ou seja, o café é só uma das opções. Sim, tem cápsulas de café espresso, mas é preciso ficar atento na hora de comprar. E qual a conclusão? Bom, se você gosta de café mesmo, a ideal é a nespresso, sem dúvida, mesmo mais cara vai acabar sendo melhor do que ter que encarar os poucos e medianos cafés da Dolce Gusto. Mesmo os espressos da Dolce Gusto têm uma qualidade bem inferior e os cafés solúveis, bom, é difícil defender o café solúvel. Pra não dizer que estou falando sem experimentar, já comprei o que eles chamam de cortado que é um café solúvel misturado com leite em pó. Dá pra tomar, não dá pra dizer que é bom. Agora, para um escritório ou para um estabelecimento comercial que quer oferecer para os clientes, sem dúvida a Dolce Gusto é ideal, o preço é menor e a variedade de tipo de bebida tem maior chance de agradar a coletividade. Eu tenho uma Nespresso em casa e uma Dolce Gusto no serviço. Contudo, sinceramente, eu uso bem pouco. Apesar de toda essa filosofia da Nespresso sobre o café, o resultado é um café que, sim, tem suas sutilezas e variações entre as capsulas e que volta e meia oferece uma linha que surpreende, mas eu tenho a impressão que todos têm um gosto de café queimado. A Nespresso é melhor do que 75% dos cafés espressos que os restaurantes servem por aí, mas, ainda assim, é inferior a um café bom de uma cafeteria com uma qualidade superior. No fim, uso a Nespresso eventualmente pela praticidade e tomo bem mais um bom café coado. Assim, se fosse para seguir o meu gosto, eu diria que entre as duas máquinas eu prefiro o coado, mas gosto de ter a opção da nespresso para aqueles dias mais corridos. Ah, e quanto as outras máquinas? Sinceramente? Tem a máquina da Três Corações que tem o preço compatível com a Dolce Gusto e também tem os solúveis e os espressos, mas eu acho toda a linha da Três Corações sofrível para não falar horrível. A Delta Q também é uma opção nessa faixa de preços, sinceramente nunca tomei, mas, nesse caso onde você compra a máquina e fica escravo das cápsulas, sempre é melhor investir em empresas mais sólidas. Várias empresas pelo mundo inventaram máquinas diversas de bebidas práticas e faliram deixando quem comprou a máquina na mão. Na dúvida, a não ser que você tenha uma facilidade muito grande para comprar as cápsulas da Delta ou que você já tenha experimentado e goste muito, a melhor opção são as máquinas consolidadas. E as capsulas alternativas? Nunca vi nenhuma capsula alternativa para Dolce Gusto, já para Nespresso existem várias, mas cuidado o fabricante avisa que essas cápsulas podem danificar a máquina. Isso pode parecer conversa, mas a capsula da Nespresso é completamente vedada e de um material resistente para suportar a pressão da máquina, as outra podem não ter essas características e já conheci uma pessoa que estragou a máquina justamente por usar capsulas alternativas então, não recomendo. Reciclar cápsula e cápsulas recarregáveis nem pensar, é um risco imenso para a bomba da máquina. Tem a opção de algumas máquinas de espresso domésticas que usam café moído ou mesmo algumas integradas com moedor. Eu já tive uma dessas e não recomendo. Com o tempo a bomba e o maquinário interno dessas máquinas que normalmente não é tão robusto se estraga e, sinceramente, o trabalho que dá para tirar um café espresso da máquina não é muito menor do que o trabalho para coar um café. Então se você quer praticidade, veja qual das máquinas de cápsula atendem melhor você, se você quer sabor, compre um café bom e coe. Compre a Máquina da Nespresso https://amzn.to/3cjOhZ5 Compre a Máquina da Dolce Gusto https://amzn.to/2RmqHDL Versão em áudio e vídeo do texto