Ícone do site Diletante Profissional

Pão de Queijo

Uma das coisas mais legais que eu aprendi a fazer recentemente foi o pão de queijo.



Pão de queijo é um negócio perfeito, a maior descoberta culinária da humanidade.

Veja só que incrível: é um pão, mas não vai farinha; cresce, mas não vai fermento; parece complexo mas é quase impossível de errar.

Você consegue fazer um pão de queijo ótimo em no máximo uma hora e, a coisa que eu acho mais legal no pão de queijo, ele pode ser congelado sem nenhum trabalho adicional, ir do freezer para a geladeira direto e fica tão bom quando se a massa tivesse sido preparada na hora.

Outra coisa muito legal é que ele é pode ser variado de muitas formas para todos os gostos.

Vamos começar com o ingrediente mais básico o polvilho. Existem dois tipos de polvilho que você acha facilmente no mercado: o doce e o azedo. O polvilho doce dá elasticidade e densidade para o pão e o azedo faz o pão crescer e ficar crocante.

Qual usar então? Olha, eu gosto do pão de queijo crocante por fora e denso por dentro então uso 50% de um e 50% do outro. Mas você pode variar e testar de várias formas de acordo com o seu gosto e fazer vários testes.

O outro ingrediente fundamental é o queijo, obviamente e novamente vai muito do gosto do freguês. O melhor queijo é o mineiro produzido na serra da canastra (e não estou falando só para o pão de queijo, estou falando na vida em geral). Infelizmente por uma frescura legal esse tipo de queijo só pode ser comercializado em Minas (fica a dica pra quem for pra Minas compre queijo serra da canastra e traga pra mim).

Então o que fazer? Divirta-se variando os queijos e experimentando para descobrir qual você mais gosta. Quanto mais duro o queijo, no geral é melhor (ou seja, o parmesão é uma excelente escolha) mas você pode tentar todo o tipo de queijo, inclusive misturar mais de um. A única coisa que você tem que se atentar é ao sal no queijo, se o queijo for muito salgado (como o parmesão) você acrescenta o mínimo de sal da receita se for menos salgado, vai ter que aumentar um pouco o sal para dar sabor.

Vamos a receita, essa receita dá 32 pães pequenos ou 16 médios. Lembrando que você pode fazer, dividir a massa e congelar o que não for usar.

Ingredientes

200g de polvilho (eu uso 100g azedo e 100g doce)

200g de queijo ralado (é legal ralar grosso que dá um visual melhor)

100ml de leite ou água (fica ao gosto do freguês)

40g de manteiga (pode ser 40g de óleo ou banha de porco pra ficar mais mineiro ainda)

1 ovo

Modo de preparo

Coloque o polvilho em uma bacia, ferva o leite (ou a água) com a manteiga (ou a gordura de sua preferência).

Jogue a mistura  fervente no polvilho para escalda-lo e mexa pra formar uma pasta.

Acrescente o queijo e misture.

Bata um ovo e um sal com o garfo e acrescente na mistura.

Misture bem e comece a sovar a massa com as mãos.

Sove por 5 minutos.

Divida a massa em bolinhas iguais (eu gosto de ir partindo no meio até ter todos os pães para eles ficarem mais uniformes).

De o formato de bolinhas e coloque na assadeira reservando um espaço entre eles para crescer.

Se você congelar, essa é a hora. Espalhe as bolinhas que você vai congelar em uma assadeira ou tábua e coloque no congelador por uma hora. Passada uma hora pode tirar as bolinhas e colocá-las em um pote, depois é só tirar do congelador e colocar direto na assadeira para assar. 

Pré-aqueça o forno a 180°C e coloque os pães para assar por 25 a 30 minutos. Eles devem ficar bem dourados. Quanto mais tempo ficarem, mais durinho e crocantes ficarão, então, novamente, é uma questão de gosto.

 

 

 

Sair da versão mobile