THE NATURAL WAY TO DRAW – exercício 20: desenho gestual da cabeça

Compre livros e seus materiais de desenho e arte aqui https://amzn.to/31M0tvC

Ajude o site enviando um pix para contato@diletanteprofissional.com.br

Inscreva-se para receber a newsletter https://www.getrevue.co/profile/oliboni


Esse é o vigésimo exercício da série de exercícios do livro do Kimon Nicolaides.

No primeiro post eu falei sobre quem é Nicolaides e qual a linha de pensamento do livro. Se você não viu esse post ele o ponto de partida. Veja aqui.

Veja os cronogramas de exercícios aqui.

Você pode ver todas as postagens sobre o livro aqui nessa tag.

Exercício: o exercício em si é igual ao de desenho gestual (exercício 2), a diferença aqui é que o foco é a cabeça e formação das partes do rosto. A ideia é fazer desenhos rápidos focados em captar o “movimento” das partes do rosto. Quando pensamos o rosto de forma isolada, ao considerar os diversos segmentos dele, vemos que ele tem tantas partes quanto o corpo, ou seja, há muito para explorar. A sugestão do Nicolaides é fazer estudos rápidos de um minuto que podem ser feitos em lugares de muito movimento como praças e transporte público (a pandemia prejudicou um pouco isso, infelizmente, enquanto isso temos que nos contentar com referências virtuais. Um bom exemplo é o fotógrafo Earth www.earthsworld.com)

Objetivo: a ideia aqui é compreender o rosto da mesma forma que se compreende o corpo. Não se deve buscar “fórmulas” para as partes, nem se preocupar com tamanho da testa, do nariz ou de qualquer outra parte. A ideia é enxergar o “movimento” nessas partes. Isso é mais óbvio na sobrancelha e na boca que forma uma espécie de “linha de ação”, mas a partes fixas também têm o seu movimento. O nariz que se projeta para frente e se inclina, as orelhas que de afundam ao lado da cabeça em uma espiral. O Nicolaides fala, inclusive, que muitos escritores usam esses “movimentos” para descrever um rosto de forma mais viva, para passar uma ideia de uma imagem que tem mais sentido que apenas forma.