Vingadores Guerra: Infinita – resenha + o que vem a seguir

oliboni

27/04/2018

One thought on “Vingadores Guerra: Infinita – resenha + o que vem a seguir

  1. Há uma cena que partiu meu coração! Acertadamente Thanos (John Brolin, do óptimo “Homens De Coragem”, fez uma atuação incrível) é a grande estrela desse filme, tanto que é alardeado de que ele que retornará, não os Vingadores. Espalhados e brigados, a iniciativa Vingadores “toma sova” diante do imparável Thanos, que agora é praticamente onipotente e onisciente. E nessa Guerra, os Irmãos Russo merecem aplausos de pé, por amarrarem pontas, passado (no caso de Gamora (Zoe Saldana), filha de Thanos) e até futuro, e por trazerem até surpresas (como a localização da Joia da Alma) que realmente fazem o espectador não desgrudar os olhos da tela. Tudo faz sentido, e a Guerra de Nova York é uma lembrança presente, com Stark sendo aquele elo que fora mostrado a nós em seus pesadelos. As duas horas e meia passam rápido. O ritmo é infinitamente alucinante, como deve ser, assim como a estrela desse show deveria ser Thanos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.