Ícone do site Diletante Profissional

Vovô Ali

O largo do Arouche, com seus restaurantes tradicionais ganhou o reforço descompromissado do libanês Vovô Ali.



Fui várias vezes no Vovô Ali, acho um lugar simpático, simples, às vezes enche, às vezes o serviço é meio atrapalhado, mas o preço é honesto e compensa.

O destaque da casa, para mim, é a shawarma mista ($15), feita com a carne no estilo churrasco grego, aquela pilha de carnes de origem suspeita girando, esse lanche, principalmente na versão mista (que vai carne bovina, frango e batata frita embrulhados em um pão sírio tostado) tem um sabor bem peculiar.

Tem as versões que é só bovina ou só frango, mas não acho tão saborosas.

Outra diferencial são as esfihas preparadas em uma chapa cônica. Acho que todas as esfihas do Ali são excelentes, tanto as abertas quanto as fechadas, mas, se você estiver sozinho, não recomendo a aberta ($5) que é do tamanho de um prato e cortada para ser servida com um aperitivo.

Tem algumas outras opções no cardápio como as tradicionais pastas árabes, que são honestas, o kibe ($5), que, particularmente, eu não gosto, acho seco demais e um lanche curioso chamado Arayes ($15), rechado com uma katfa achatado, honesto, mas a shawarma é superior.

O Vovô Ali tem um único problema: o sabor é irregular.

Me explico, a impressão que dá é que a cozinha não é exatamente profissional. É uma cozinha de pessoas esforçadas, que entendem de comida árabe, mas não é padrão. Tem dia que o sabor está sensacional e tem outros que está ok.

Mas, verdade seja dita, por mais que já tenha saído de lá achando que comi melhor em outro dia, nunca achei ruim, tanto que sempre volto.

Conta: $28, para uma pessoa (setembro/17)

Vale: Sim, comida libanesa de raiz, simples, honesta e com preço justo.

Sair da versão mobile